Escolha uma Página
Pare de se rotular, eles podem matar o potencial!

Pare de se rotular, eles podem matar o potencial!

Trabalho com desenvolvimento humano há quatorze anos, e durante esse tempo pude perceber que o comportamento humano é a peça chave para realização de qualquer coisa, capaz de levar pessoas a um crescimento contínuo ou de fracasso em fracasso à partir dos rótulos que aceitam para si.

Quando eu trabalhava dentro do setor de Recursos Humanos de empresas, acompanhei  pessoas do momento em que entregavam seus currículos e na entrevista, onde apresentam suas melhores intenções, assim como em alguns casos tive que aplicar advertências, suspensão ou desligamento (demissão), em virtude de descumprimentos às leis trabalhistas ou regras internas da empresa. É incrível ver a transformação dos indivíduos do momento da entrega do currículo e no seu  dia a dia no trabalho.

Observando inúmeros casos como esses que citei, assim como outros, de pessoas que no início pareciam bem menos aptas ao cargo, mas superaram as expectativas, passei a ficar cada vez mais interessada em entender o comportamento humano,e me perguntar porque algumas pessoas têm reações tão diferentes diante das mesmas situações e oportunidades. Você pode me dizer o que eu já ouvi muitas vezes – simplesmente porque as pessoas são diferentes! Com certeza que sim, mas não é somente isso.

Uma das respostas que encontrei são resultado de 20 anos de estudo da P.hD. Carol S. Dweke em seu livro Mindiset – a nova psicologia do sucesso, Carol estudou crianças e adultos diante de várias situações da vida, e percebeu que o modo como enfrentam essas situações impulsionam ou limitam de avançar diante de situações de dificuldades, e observou que o Mindset termo em inglês que significa “mentalidade” é o que fazia a grande diferença nas reações e comportamentos. Nossa mentalidade é formada por nossos pensamentos e crenças.

Em anos de pesquisa Carol identificou dois tipos de Mindset (mentalidade), o mindset fixo e o mindset de crescimento. Mas qual a diferença entre eles, e qual a sua relação com o comportamento humano?

Carol relata que suas “pesquisas ao longo de vinte anos demonstraram que a opinião que você adota a respeito de si mesmo afeta profundamente a maneira pela qual você leva sua vida”, a ponto de influenciar seus comportamentos, realizações e conquistas. Como assim?

“Acreditar que suas qualidades são imutáveis — o mindset fixo — cria a necessidade constante de provar a si mesmo seu valor.” (CAROL)

O mindset fixo cria rótulos acerca de si mesmo e das pessoas. Você já conheceu pessoas brilhantes, habilidosas, talentosas em fazerem “alguma coisa”, porém nas demais áreas são um fracasso? Esse é um típico exemplo de mindset fixo, pessoas que provavelmente já foram ou são muito elogiadas e destaque por essas habilidades e talentos, recebendo rótulos de “talento, ou de especial”, como se fizesse parte de seu caráter ou personalidade.

O que esse estudo demonstrou é que pessoas com o mindset fixo tem a necessidade de provar a si mesmas, confirmar sua personalidade ou caráter a todo instante, porém quando encontram dificuldades em situações da qual seu “talento” não resolve o problema, sentem-se fracassadas, como se estivessem sendo avaliadas, e cada situação fosse uma prova do seu “rótulo de talento”. “Terei sucesso ou fracassarei? Farei papel de tolo ou me mostrarei inteligente? Serei aceito ou rejeitado? Vou me sentir vencedor ou derrotado?” (DWEKE)

Fazendo uma reflexão sobre esses pensamentos – será que existe alguém que é talentoso e habilidoso “em tudo” na vida?

A grande diferença de um mindset de crescimento é que qualquer pessoa é capaz de desenvolver qualidades e habilidades por meio de seus próprios esforços. E neste caso não cabem rótulos como “eu não sei fazer” ou “eu não sou bom”.

Nos primeiros anos de escola fundamental eu tive muita dificuldade de aprendizado, tive que participar de reforços escolares para desenvolver a leitura, melhorar a caligrafia, e aprender a tabuada para conseguir acompanhar os demais alunos da turma.Mas, apesar disso nunca reprovei ou se quer fiquei em recuperação, eu me esforçava, estudava muito, outras vezes chorava em cima dos cadernos e livros, mas um dia superei minhas limitações de aprendizado e hoje o que mais amo fazer é estudar, ler e ensinar outras pessoas.  

O que fez a grande diferença na minha vida se resume nas palavras da P.h.D Carol, “embora as pessoas possam diferir umas das outras de muitas maneiras — em seus talentos e aptidões iniciais, interesses ou temperamentos —, cada um de nós é capaz de se modificar e desenvolver por meio do esforço e da experiência.”

A grande diferença de quem tem o mindset de crescimento é a busca contínua pelo desenvolvimento, independente das coisas serem fáceis ou difíceis, e dos obstáculos que surgirem no meio do caminho.

Por esse motivo não aceite mais rótulos do tipo “você é bom, habilidoso” – porque isso pode levar ao comodismo de não se desenvolver mais, ou em outras áreas. E os rótulos de “não ser bom ou habilidoso” –  pois é apenas um estado momentâneo, que com esforço e experiência podem ser desenvolvidos.

Desenvolvimento pessoal e profissional mantém nosso mindset sempre em crescimento!

Saia da caixa, ali não é o seu lugar!

Saia da caixa, ali não é o seu lugar!

Você se sente desconfortável, pois não te cabe aí!

 

Por incrível que pareça, muitas pessoas ainda vivem dentro de uma caixa. Limitadas por crenças, herança familiar, ou ainda influenciadas por momentos de conflito, medo e insegurança.  Muito provavelmente alguém, algum dia, falou para você ir para lá. Foi o lugar que encontrou para se proteger.

 

Mas tenho uma boa notícia pra você! Aí, definitivamente não é o seu lugar! Caso contrário não estaria desconfortável, se sentindo incomodado ou até sufocado. Se a caixa fosse seu lugar, você poderia se locomover e ser quem você realmente é, com todos os seus dons, talentos e forças!

 

Por que você ainda está aí? Pode até ser que em algum momento da vida esse lugar serviu como refúgio, mas hoje não te cabe mais. Você continua tentando servir? Reflita!

 

Padrões

Essa análise reflete os padrões de vida que criamos como ideal para nós, a partir do que a sociedade impõe ou até mesmo de nossa cultura familiar, de vida, região, etc.

 

Tudo o que vivemos gera em nós um padrão de pensamento, que se transformam em crenças. Porém, essas crenças podem ser limitantes ou fortalecedoras. A caixa representa essa formação de crenças que nos colocam dentro de um espaço limitado.

 

Quais são suas crenças?

 

Em que você tem acreditado? Na abundância, em um futuro próspero, ou na escassez e dificuldade? O que você tem acessado em sua mente para trazer à realidade? Pensamentos de paz, alegria ou afirmações e sentimentos negativos, sombrios?

 

Você é a única pessoa responsável. Só você pode escolher os padrões de pensamentos e sentimentos que deseja desfrutar. Sua escolha vai refletir nos relacionamentos, em sua vida profissional, seu bem estar. Esteja preparado para fazer boas escolhas.

 

Saia da caixa, alí não é o seu lugar.

 

Relacionamentos são determinantes para o bem estar, saúde e tempo de vida

Relacionamentos são determinantes para o bem estar, saúde e tempo de vida

Master Coach Alexsandra Leite apresentou a  pesquisa de 30 anos de famoso cientista sobre relacionamentos.

 

Em auditório lotado na noite de quinta-feira, 07, Alexsandra Leite realizou a palestra “Relacionamentos bem sucedidos”, na  sede do Conselho Regional de Administração (CRA) de Brasília-DF. A palestrante apresentou a pesquisa de 30 anos do famoso pesquisador e psicólogo John Gottman, da Universidade de Washington, sobre relacionamentos.

Gottman dedicou parte de sua vida a estudar o tema, mostrando que as coisas mais simples – ignorada por muitos – fazem com que os relacionamentos sejam melhores, como cultivar a amizade, elogiar e compartilhar sonhos.

Perfil comportamental

Alexsandra chamou a atenção sobre a influência do perfil comportamental nos relacionamentos, por meio da ferramenta  de análise DISC, criada pelo Dr. William Moulton Marston em seu livro “Emotions of Normal People”.

 

Ale

 

Relacionamentos saudáveis

Os três sistemas que compõem os relacionamentos saudáveis foram determinantes para o envolvimento dos ouvintes, interagindo de forma positiva aos estímulos da Master Coach. Os relacionamentos são determinantes para o bem estar, saúde e tempo de vida.

 

Interação

 

Alexsandra, empresária da Way of Coach, ficou surpresa com a quantidade de pessoas que buscaram a palestra e que anseiam pela melhora de seus relacionamentos. “É um assunto muito importante que engloba vida pessoal, profissional e a sociedade. Precisamos abordar mais este tema viabilizando a  construção de uma sociedade com pessoas melhores”.

Ao final, foi sorteado o curso da Master Coach “Relacionamentos de sucesso”, em breve disponível no site e redes sociais para inscrição. A Way of Coach agradece a parceria, receptividade e carinho do Conselho Regional de Administração (CRA) do Distrito Federal.

Realização: Way of Coach e CRA

Assessoria de Comunicação Way of Coach

Luciana Castro – Jornalista

MTB: 18789/MG

 

A importância de sonhar, ter objetivos e metas.

A importância de sonhar, ter objetivos e metas.

Qual a importância de sonhar?

Você pode se perguntar: Qual a importância em  definir metas e objetivos?

E eu te pergunto: Quão importante é para você realizar os seus sonhos?

Exatamente no mesmo grau de importância  da realização dos seus sonhos, está  a importância de definir metas e objetivos.

Muitas pessoas desistem dos seus sonhos, pois acreditam que não são capazes de realizá-los, e seguem a vida com aquele vazio ou frustração. Outras continuam sonhando e sonhando…apenas sonhando. E tem alguns que conseguem realizar os seus sonhos.

A qual destes grupos você quer pertencer?

Se você quer fazer parte do grupo daqueles que sonham e realizam, continue lendo este artigo. Vou te explicar passo a passo como conquistar seus sonhos .

Os sonhos dão sentido à vida, trazem o nosso propósito e aspirações. Pessoas que não sonham sentem que a vida não tem sentido, são desanimadas, deprimidas e não tem motivação com a vida. Os sonhos nos dão a motivação para seguir em frente, encarar os desafios da vida e não desistir diante das dificuldades e dos inúmeros “nãos” que a vida nos dá.

O que você tanto deseja realizar em sua vida, carreira e negócios depende completamente de uma boa formulação de objetivos e metas. Pessoas sem objetivos são como navios à deriva, vão para onde o vento e a correnteza levar.

A boa formulação dos seus objetivos  vai proporcionar uma vida mais satisfatória no caminho do seu futuro sonhado, além de poupar você de perder tempo e dinheiro, e aproveitar melhor seus talentos, forças e habilidades.

Muitas pessoas desistem de sonhar justamente porque não acreditam ser impossível alcançar seus sonhos. E como fazer para realizar um sonho?

Diferença: Sonhos, objetivos e metas

Primeiro vamos entender a diferença entre sonho, objetivos e metas:

Sonho: algo que vislumbramos, desejamos muito alcançar, aquilo que trará significado à nossa vida. Mas que muitas vezes parece algo tão distante para alguns.

Objetivos: descrição do sonho, ou daquilo que pretende atingir.

Meta: detalhamento do objetivo, passo a passo, para que você possa chegar lá.

Agora você irá definir estes conceitos no passo a passo:

Primeiro passo – sonhar e acreditar que é possível realizar.

Segundo passo – definir uma data que deseja realizar este sonho dentro das suas possibilidades.

Terceiro passo – torná-lo em objetivos, grandes marcos dentro do espaço desejado para a realização do sonho.

Quarto passo – tornar seus objetivos em metas menores, construindo um passo a passo.

Quinto passo – colocar tudo no papel por escrito e manter em local visível para manter o foco.

Veja o exemplo abaixo de uma pessoa que sonha em ir para a Disney, aplicando esse passo a passo

Sonho: Ir para a Disney

Objetivo: Ir para a Disney em 2020.

Meta: Pesquisar pacotes de viagem para a Disney, para saber uma média de quanto preciso economizar / Data: 06/2018

Meta: Abrir poupança e depositar R$ 800,00 por mês a partir de 07/2018 até a viagem.

Meta: Estudar inglês, ver séries em inglês e praticar, a partir de 07/2018.

Meta: Fazer passaporte, em 12/2018.

Meta: Fazer visto, em 01/2019.

Meta: conversar com pessoas que foram para Disney, saber melhores agências, e dicas para a compra da viagem.

Meta: Comprar pacote de viagem 06/2019.

Meta: Montar roteiro de viagem 12/2019.

Meta: Viagem!! 01/2020.

Para uma boa formulação dos objetivos e para que eles realmente sejam motivadores e estimulantes veja alguns aspectos importantes:

1 – Clareza: para um objetivo ser claro precisa ser específico, mensurável, sem ambiguidades, deve ser tão simples a ponto de uma criança conseguir explicar. Se não houver clareza, certamente a motivação será pequena.

2 – Desafio: para gerar motivação precisa ser desafiador, pois ser humano é movido por desafios e um objetivo que não ofereça desafios não estimula ninguém.

3 – Comprometimento: o seu objetivo deve ser importante para você, caso contrário não gera comprometimento e motivação.

4 – Acompanhar e medir: você precisa dar feedback a você mesmo, de como estão indo os seus resultados, medir como estão os seus resultados. Analisar a necessidade de mudança . Você precisa acompanhar sua evolução, pois sem acompanhamento certamente perderá o foco e a motivação.

Agora é com você, transforme seus sonhos em objetivos, seus objetivos em metas e suas metas em realidade!

“Somos feitos da mesma matéria que nossos sonhos” William Shakespeare

 

 

 

Recordar é viver!

Recordar é viver!

Você ainda lembra dos sonhos de infância? Busque na memória.

Quando somos crianças temos um “eu” naturalmente criativo, liberto para construir idéias malucas e inovadoras. Sonhamos em conquistar o mundo, ir à lua, ser um super herói, ser famoso… sonhamos com coisas grandiosas, que naquele instante acreditamos ser plenamente possível. Quantas vezes você já deu risada com a inocência e a pureza dos sonhos de uma criança? São nestes momentos em que nossas primeiras habilidades, competências e até missão de vida dão os primeiros sinais.

Na medida em que vamos crescendo, a primeira coisa que aprendemos é o “julgamento“.  Passamos a julgar as pessoas, seus gostos, sonhos, as vontades do próximo e principalmente, julgamos a nós mesmos, o tempo todo. Somos julgados por nossos atos, medos, timidez até mesmo por algo que não fizemos. Julgamos e somos julgamos diariamente, seja por usar uma roupa ou por expressar uma mera opinião.

Coach Timothy Gallwey, observava os jogadores de tênis, em suas observações percebeu que quando os jogadores não estavam tendo um bom desempenho, eles falavam sozinhos, como se estivessem falando com alguém. E intrigado questionou aos jogadores com quem eles falavam neste momento, e a resposta foi “comigo mesmo”. Então, ele chegou a conclusão que esse “comigo mesmo” não fazia bem para o desempenho dos jogadores. E a partir disso ele começou a estudar estes comportamentos, e identificou que possuímos “duas vozes” interior, uma que nos apoia e incentiva, e outra que nos trava e nos cobra, ele transformou sua análise em um livro chamado ” O Jogo Interior do Tênis” e nomeou estas duas vozes de Self1 e Self2:
O Self 1, é aquele que reclama de tudo, que julga todo mundo por um erro cometido, que limita e impede de agir por medo.
O Self 2, é aquele que diz ” sei cair 7 vezes e levantar 8”,  quem entende que o erro faz parte de um processo de aprendizagem, é a nossa criança interior, inocente e animada por um mundo de possibilidades.

Quantas pessoas já mataram os próprios sonhos após um julgamento? Quantos já desistiram porque disseram ”você não vai conseguir”? Devemos voltar a ser genuíno como uma criança, não permitindo que os pensamentos nos desanimem ou que as pessoas nos desanimem, ou seja, não permitir que o self 1 impeça de sonhar e realizar.

Neste dia meus queridos, quero convidá-los a voltar a ser como uma criança. Reviver seus sonhos e a sua naturalidade, se descubra novamente como na inocência de uma criança, aprenda a equilibrar as idéias do Self1 com o Self2, e permitir que seu self 2 volte a ganhar mais espaço em sua vida. Jogue todos aqueles julgamentos fora e seja criança outra vez!

Para mais informações acesse: https://wayofcoach.com.br

Onde está a sua felicidade?

Onde está a sua felicidade?

Muitas pessoas passam a vida esperando para serem felizes, pois depositam a sua felicidade naquilo que é externo.

Muitas pessoas passam a vida esperando para serem felizes, pois depositam a sua felicidade naquilo que é externo, em bens materiais, seres humanos ou determinadas conquistas. Pensamentos de que a felicidade só chega quando alcançarem o emprego, o carro, a casa, o casamento ou viagens e assim segue a lista, que muitas vezes é infindável.

Porém, tudo isso proporciona apenas uma felicidade momentânea, acaba com o passar do tempo. Bens materiais perdem o seu valor, viagens e dinheiro podem acabar, pessoas irão nos decepcionar em certos momentos da vida, pois são seres humanos sujeitos a falhas iguais a todos nós.

É preciso ser feliz hoje, independente de qualquer circunstancia da vida, é preciso aprender a ser feliz a cada dia, a cada momento da vida, nas pequenas coisas e em especial com quem somos.

É por isso que gosto da frase de Agnes Repplier “Não é fácil encontrarmos a felicidade em nós mesmos e não é possível encontrá-la em outro lugar.” É, pode até ser difícil encontrar a felicidade, mas é plenamente possível, a medida que obtemos o autoconhecimento, consequentemente vamos descobrindo o que nos faz mais feliz.

O Psicólogo Martin Seliman, PhD, Professor de Psicologia na Universidade da Pensilvânia, criador da Psicologia Positiva em seu livro Felicidade Autentica, realiza uma pesquisa que retrata que somos realmente felizes quando aprendemos a usar nossas Forças e Virtudes. Nas sessões de coaching, trabalho de forma aprofundada através de assessmentes, trazendo o reconhecimento e uso das forças e virtudes das pessoas. Este tema é bastante amplo e abordarei mais em outros artigos, vídeos e Workshops.

Mas a dica que dou para você neste momento para desenvolver mais felicidade em sua vida chama-se gratidão. Todos os dias antes de dormir escreva três coisas pelas quais você é grato no dia, e ao acordar leia todas elas. Faça este exercício por uma semana diariamente, e você verá o quanto o nível da sua felicidade já irá aumentar.

Para mais informações acesse: https://wayofcoach.com.br